Trecho do clipe A Obra
Trecho do clipe A Obra (Reprodução)
Colunistas

No ‘home-office’, bandas lançam clipes bacanas

linhaecho1_abovepost

Mês de julho já rolando, metade do ano já se passou e por enquanto seguimos em casa, família e eu, com poucas saídas e quase zero encontros sociais. E o home-office bombando, ainda sem ideia de quando deixarei de trabalhar exclusivamente de casa.

Para mim não foi uma mudança tão grande assim. Já trabalhava de casa uma ou duas vezes por semana, às vezes saindo apenas em algum período do dia, também para furar o trânsito das horas de rush paulistanas.

Mas, além de todo o perrengue financeiro que essa pandemia trouxe para muita gente que trabalhava com shows, também penso em como as bandas encaram esse período sem o contato direto com o público. Nunca fui de banda e estive em um palco, mas imagino que shows devem dar uma energizada legal para os músicos.

A galera tem se virado com diversas lives e tentando se adaptar a esse contato virtual. No entanto, estes estive pensando nos clipes ‘caseiros’ que têm sido lançados. A edição às vezes conta com algum trabalho mais profissional, mas a captação das imagens faz lembrar que ali, do outro lado, estão pessoas normais, apesar de músicos de bandas de rock.

Desses, resolvi escolher três que achei bem bacana, pela música, imagens e também a edição. Veja minha lista e espero que curta.

A Obra
Luiz Thunderbird, incansável, agora prepara o lançamento de um álbum solo. Dele, já lançou o clipe de A Obra. A música foi lançada originalmente em 1989 pela banda Sexo Explícito, que tinha um de seus fundadores John Ulhoa, que depois ainda faria sucesso com o Pato Fu.

No clipe, além de Thunderbird aparecem os músicos Daniel Brita (trompete), Gustavo Boni (baixo e guitarra base), Marco Polo Pan (guitarra solo) e Caio Lopes (bateria).

Efeitos de cores e cortes diferentes, como quando Thunderbird aparece ao lado dele, marcam a pegada nervosa dessa nova versão de A Obra. Bem legal!

Coisa Pra Caramba Pra Fazer
Mantendo o ritmo mais acelerado, a segunda dica é esse clipe dos Autoramas, parte do projeto Quarentine Sessions, com vários artistas neste esquema caseiro. Coisa Pra Caramba Pra Fazer faz parte do álbum Libido, lançado pela banda e 2018.

No clipe Gabriel Thomaz e Érica Martins nos recebem na sala de sua casa. Em outros momentos aparecem também dançando no que parece ser um quarto. Além deles, os músicos Jairo Fajer, baixo, e Fábio Lima, bateria, também aparecem em momentos caseiros.

Aquela Mina
Este é o mais recente desta pequena lista, foi lançado apenas no último dia 22 de junho. A banda também é bem mais jovem do que Thunderbird e Autoramas: The Mônic, banda paulista formada em 2018. O grupo lançou seu primeiro álbum em 2019, Deus Piscio.

Aquela Mina não entrou na seleção para o álbum, mas já vinha sendo tocada em shows. Agora, durante a quarentena, The Mônic está trabalhando em versões acústicas de suas músicas e Aquela Mina ganhou seu clipe.

A edição ficou por conta de Dani Buarque, guitarrista e uma das vocalistas da banda. Joan Bedin, baixista do The Mönic, é a autora e quem canta a música, além de ter feito a pós-produção e a finalização do clipe. Alê Labelle, também guitarra e vocais, e Daniely Simões, bateria, também estão no vídeo.

Sobre o autor

Xandão

Zagueiro, roqueiro e jornalista. A ordem depende da situação.