O trio paraibano Headspawn (Rafael Passos Divulgação)
O trio paraibano Headspawn (Rafael Passos Divulgação)
Rock'n'Drops

Rock’n’Drops 99: metal ganha reforço de peso com estreia da Headspawn

icon icon

Estes são os destaques da edição número 99 do Rock’n’Drops.

HEADSPAWN
O trio Headspawn, de João Pessoa, na Paraíba, formado em 2019, já apresentou um belíssimo e pesado cartão de visitas. A banda lançou seu EP de estreia, Pretty Ugly People com quatro músicas: Satan Goss, Worthless Piece Of Shit, Voices e Satellite.

Eles também lançaram um clipe da música Voices, contando a narrativa de uma pessoa esquizofrênica atormentada por vozes em sua mente, inspirada em um amigo da banda que sofre deste mal. O vídeo mostra a performance dos músicos, mas alternando momentos e roupas, em alguns momentos eles parecendo loucos.

Formada por Alf Cantalice (vocal e guitarra), J.P. Cordeiro (baixo) e Marconi Júnior (bateria), a Headspawn faz um som pesado, com passagens que remetem ao grunge, mas outras ainda mais agressivas e com referências do nu metal.

Instagram Youtube Spotify Deezer

MAD MONKEES
Depois de viver um processo de ascensão e queda entre 2015 e o início de 2020, a banda Mad Monkees, de Fortaleza, viu seu futuro em risco. Mas não Felipe Cazaux, guitarrista e vocalista do grupo. Como disse o músico em entrevista o Bem Rock, a Mad Monkees passou por um hiato. E ele estava certo.

Praticamente um ano após a entrevista, a Mad Monkees está de volta com um novo single. Sem Reação é uma música potente, veloz e pesada. E que apenas dá uma mostra desta nova fase da banda – para 2022 o plano é lançar o segundo álbum full da Mad Monkees.

Este novo single chega também acompanhado da nova formação da banda. Além de Felipe e de Capoo Polacco, também guitarrista, o quarteto agora completa-se com Klaus Senna no baixo e Netto de Sousa na bateria, músicos experientes e também com longa relação com a banda.

Instagram Youtube Spotify Deezer

VOODOO SHYNE
Saiu o quinto single que estará presente no novo álbum do Voodoo Shyne. Promises mostra a versatilidade que o músico e produtor de São Paulo irá colocar neste novo trabalho. A música dá uma acelerada no som de Voodoo Shyne, principalmente depois de Through Her Womb, single anterior mais balada, numa pegada bem diferente.

Antes destas duas músicas, Voodoo Shyne havia liberado Unique, A Perfect Match e Love Corrupts Myself to Death, em 2020, e Instinct in Me, agora em 2021, sons que haviam mostrado o lado mais votado para o Hard Rock, mas também com influências de New Wave e até Dark.

Todas as seis músicas lançadas até aqui estarão no álbum Love Martys and Archtypes que será lançado em novembro.

Instagram Youtube Spotify Deezer